rose-2101475_edited_edited_edited_edited
Capa%20CD%20Suelly%20Louzada_edited.jpg

"Eu sou o pão da vida.

O que vem a mim, não sentirá fome,

o que crê em mim nunca terá sede".

Jo 6,35

  • Spotify
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter

Boletim de Notícias Suelly Louzada

Newsletter!

Missas de Formatura, Cultos Ecumênicos, Colação de Grau, Missas de Bodas, Batizados e Missas Solenes de Ordenação.

M i s s a s

Músicas

Missas em Ação de Graças, Solene e Colação de Grau.

Aqui nesta playlist, é possível encontrar opções de músicas Litúrgicas, Evangélicas, Clássica/Sacra, dentre outras comumente usadas em Missas de Formatura, Cultos ecumênicos, Missas de Bodas, Batizados e Missas Solenes de Ordenação. A sequência da playlist, já está na ordem das partes da missa.

 

Sobre

Partes da Missa e Dúvidas Frequentes

Nesta seção, você encontrará explicação de algumas regras sobre o estilo musical permitido em cada momento da celebração. Mesmo consultando estas regras, é importante averiguar com o celebrante, se o repertório escolhido está de acordo com as regras da igreja onde acontecerá a celebração.

PARTES DA MISSA

02. Ato Penitencial


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, a música para o momento do Ato Penitencial deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra; deve conter um pedido de perdão e expressar confiança no perdão de Deus.




03. Glória


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, a música para o momento do Glória deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra, de caráter festivo e de louvor a Deus. Obs.: No Advento e na Quaresma não se canta o Glória.




04. Salmo


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, a música para o momento do Salmo deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra. O texto tem de ser obrigatoriamente um salmo, de preferência o salmo do dia. Deve ser cantado revezando solo e povo. Obs.: Não pode ser trocado por canto de meditação.




05. Aclamação ao Evangelho


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, a música para o momento da Aclamação ao Evangelho deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra. Deve ser um canto curto, tem que ter a palavra "Aleluia" no texto. É um convite para ouvir a Palavra de Deus. Obs.: Não se canta Aclamação do Evangelho com a palavra "Aleluia" na Quaresma.




06. Ofertório


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, a música para o momento do Ofertório deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra; deve falar do pão e do vinho e pode também falar do oferecimento da vida.




07. Santo


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, a música para o momento do Santo deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra. O texto deve obrigatoriamente conter as seguintes palavras: "Santo, Santo, Santo. Senhor Deus do universo, o céu e a terra proclama a vossa glória. Hosana nas alturas. Bendito o que vem vem me nome do Senhor. Hosana nas alturas."




08. Pai Nosso


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, o Pai Nosso pode ser cantado, porém existe uma preferência da maioria dos padres que preferem que não se cante o Pai Nosso por ser o único momento que todos os presentes oram juntos.




09. Cordeiro de Deus


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou qualquer outra Missa Especial, o Cordeiro de Deus poderá ser cantado desde que seja com as mesmas palavras da oração.




10. Comunhão


Em se tratando de uma Missa de formatura, Bodas, Batizados, Exsequialis ou outra Missa Especial, a música para o momento da Comunhão deve ser Litúrgica e/ou Clássica/Sacra. O texto deve ser Eucarístico (referente à comunhão). Em se tratando de um Culto Ecumênico, geralmente não há o momento da Comunhão, mas se houver seguem as mesmas regras citadas acima.




11. Ação de Graças


Em se tratando de uma Missa de formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou outra Missa Especial, a música para o momento de Ação de Graças deve ser um canto onde o destinatário seja o próprio Deus, não se deve cantar nenhum hino à Nossa Senhora ou qualquer outro santo. Obs.: É muito comum usar o momento da Ação de Graças, tocar uma música instrumental para que alguém vá ao altar ler alguma homenagem ou algum agradecimento. Após a leitura, pode-se cantar a música se tiver previsto algum momento de entrega de rosas aos pais presentes em Missas de Formatura e Cultos Ecumênicos por exemplo.




12. Saída


Em se tratando de uma Missa de Formatura, Culto Ecumênico, Bodas, Batizados, Exsequialis ou outra Missa Especial, a música para o momento da Saída ou "despedida" deve conter uma mensagem que levaremos para a vida, mas na prática são entoadas músicas de diversos estilos e temas, geralmente músicas alegres e festivas, seja no estilo Litúrgico, Evangélico, Clássico/Sacro...




01. Entrada


Em se tratando de uma Missa de Formatura, a música para o momento da Entrada deve ser Litúrgica ou Clássica/Sacra e deve expressar a abertura da celebração e até mesmo fazer um convite à celebração. Em se tratando de um Culto Ecumênico, a música de entrada poderá ser Litúrgica, Evangélica, Clássica e/ou Sacra. Em se tratando de uma Missa de Bodas, Batizados, Exsequialis ou outra Missa Especial, a música de entrada poderá ser em todos os estilos acima citados e poderá também, mediante prévia aprovação do celebrante, haver outros tipos de músicas, até mesmo temas de filmes poderão entrar nesta lista, mas somente com aprovação da igreja e/ou celebrante.





DÚVIDAS FREQUENTES

O que é música Clássica/Sacra?


A música clássica/sacra, é a música erudita própria da tradição religiosa judaico-cristã. A expressão foi cunhada pela primeira vez durante a Idade Média, quando se decidiu que deveria haver uma teoria musical distinta para a música das missas e a música do culto, e tem em sua forma mais antiga o canto gregoriano. A música sacra foi desenvolvida em todas as épocas da história da música ocidental, desde o Renascimento (Arcadelt, Des Près, Palestrina), passando pelo Barroco (Vivaldi, Bach, Haendel), pelo Classicismo (Haydn, Mozart, Nunes Garcia), pelo Romantismo (Bruckner, Gounod, César Franck, Saint-Saëns) e finalmente o Modernismo (Penderecki, Amaral Vieira).

Algumas formas que se enquadram dentro da música sacra são os motetes, que são peças baseadas em textos religiosos - quase sempre em latim, os salmos, que são uma forma particular de motetes baseadas no Livro dos Salmos, a missa, oriunda da liturgia católica e geralmente dividida em seis partes básicas (Kyrie, Gloria, Credo, Sanctus, Benedictus e Agnus Dei) e o réquiem, ou missa dos mortos, que inclui as partes básicas da missa e mais outras (Dies Irae, Confutatis, Lacrimosa, etc.).




O que é música Litúrgica/Religiosa?


“(...) A música litúrgica tem características próprias. Ela está ligada a um rito, nasce a partir de um rito que tem conteúdo e gestos próprios". O canto litúrgico “precisa estar intimamente vinculado ao rito, ou seja, ao momento celebrativo e ao tempo litúrgico”. Por isso antes de escolher um canto litúrgico é preciso aprofundar o sentido dos textos bíblicos, do tempo litúrgico, da festa celebrada e do momento ritual. Palavras de Carlos Eduardo “(...) A canção religiosa situa-se no campo do anúncio e da evangelização. É impossível imaginar alguém cantando uma canção religiosa por qualquer outra razão que não seja o anúncio do Evangelho e o serviço aos irmãos. (...). Só se pode falar em canção religiosa quando ela celebra o cotidiano das pessoas, a vida de todos e coloca num contexto de anúncio, se preciso de denúncia, mas certamente de serviço à causa do Evangelho. Não tem que ser sacra, não tem que ser litúrgica, não tem que ser de mensagem; pode ser todos os três ao mesmo tempo, e pode ser apenas de mensagem, apenas sacra, apenas litúrgica. Desde que ajude alguém a refletir sobre a fé ou a anunciar a fé, ela se torna uma canção religiosa.” Palavras de Padre Zezinho




Vocês aceitam pedidos de músicas que não estejam na playlist acima?


Sim, você poderá escolher qualquer outra música desde que nos comunique sua escolha em tempo hábil para providenciarmos a mesma com qualidade.




A voz na gravação da playlist ao lado é da cantora Suelly Louzada?


Sim! Todos os áudios do site estão com a voz dela.




Qual é a formação mínima para uma missa de formatura?


A formação mínima seria, Violão, Voz e Piano.




Qual é a formação ideal para uma missa?


Na nossa opinião profissional, a formação ideal começaria com Violão, Voz, Piano, Bateria, Sax/Flauta e Contrabaixo. Mas esta formação poderá também ter outros instrumentos como violino, viola, violoncelo, tímpano... Poderá chegar à uma orquestra completa. O céu é o limite!





 

Fotos

Missas de Formatura, Cultos ecumênicos, Missas de Bodas, Batizados, Missas Solenes de Ordenação, Missas Exsequialis, Entrevistas e afins.

1/3
Suelly Louzada
  • Spotify
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
C R Í T I C A S

Belo Horizonte-MG / 55 (31) 3222-2218/99377-2626 (whatsApp)

 © 2020 - Todos os direitos reservados a Suelly Louzada & Grupo Bel Canto. 

  • zap 1